Leonardo Sarmento, Professor de Direito do Ensino Superior
  • Professor de Direito do Ensino Superior

Leonardo Sarmento

Rio de Janeiro (RJ)
5.522seguidores5seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Professor constitucionalista
Professor constitucionalista, consultor jurídico, palestrante, parecerista, colunista do jornal Brasil 247 e de diversas revistas e portais jurídicos. Pós graduado em Direito Público, Processual Civil, Empresarial e com MBA em Direito e Processo do Trabalho pela FGV. Autor de 3 obras jurídicas e algumas centenas de artigos publicados. Nossa última obra (2015) de mais de 1000 páginas intitulada "Controle de Constitucionalidades e Temáticas Afins", Lumen Juris.

Recomendações

(4.376)
Ric   , Assistente Administrativo
Ric
Comentário · há 7 meses
Caro Professor se me permitir,

Gostaria de lançar aqui umas poucas palavras:

Eu sou branco, minha mulher é negra, e meus filhos não são nem brancos, nem pardos, nem negros, são apenas, apenas SERES HUMANOS.

Concordo plenamente com seu artigo, do princípio ao fim, e infelizmente acabo me convencendo que os verdadeiros racistas são aqueles, principalmente, em que a melanina exacerba em suas peles; parece incomodar a cada um “de per si”, mais do que tudo, pelo simples fato de haverem nascido com uma grande gama desse pigmento.

Agora, - “O adjetivo politicamente correto é usado para descrever a evitação de linguagem ou ações que são vistas como excludentes, que marginalizam ou insultam grupos de pessoas que são vistos como desfavorecidos ou discriminados, especialmente grupos definidos por sexo ou raça.”

Ressalvo porém: “[grupos de pessoas que são vistos como desfavorecidos], por quem e com que finalidade se imbuem dessa, digamos, diferença, para se vitimarem, a si mesmos por algo que não existe. Somos todos apenas seres humanos.

Não está na cor da pele, no gênero, no transgênero a diferença do verdadeiro valor do ser humano, mas sim em suas qualidades, em suas atitudes, em suas virtudes.

Enfim, creio que todo aquele que utiliza um dos subterfúgios elencados no seu artigo, é no mínimo digno de compaixão, ou então, quer promover, por motivo inconfessável a separação dos incautos, por algum motivo, talvez político, talvez monetário, talvez por se sentir, por exemplo, “o homem mais honesto do Brasil”.

Abraços

Perfis que segue

(5)
Carregando

Seguidores

(5.522)
Carregando

Tópicos de interesse

(6)
Carregando

Livros Publicados

(3)

Controle de Constitucionalidade e Temáticas Afins

Será lançado dia 15 de agosto de 2015 em evento na Livraria da Travessa, em Ipanema no Rio de Janeiro.

A Judicialização da Política e o Estado Democrático de Direito

Um coletânea de artigos e crônicas que demonstra um judiciário mas ativo na órbita político-social do Estado. Uma ampla cobertura jurídico-política do que foi o julgamento do mensalão.

A Efetividade dos Direitos Fundamentais e a Eficácia das Políticas Públicas

Trata de teorias, princípios, conteúdo essencial e restrições promovendo interessante link com as políticas públicas
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Leonardo

Carregando

Leonardo Sarmento

Entrar em contato